A European Gaming & Betting Association (EGBA) manifestou novamente as suas preocupações relativamente à proteção dos jogadores online, tendo pedido à União Europeia (UE) que introduzisse um “conjunto comum de regras” para melhor proteger os utilizadores em todo o continente.

Desde que saíram os resultados do estudo encomendado pela associação, em dezembro, que esta tem vindo a lançar diversos alertas para a importância de uma regulamentação que acompanhe a evolução do setor.

Os dados indicam que mais de 20% de todas as atividades de jogo na UE ocorrem na Internet. E embora a maioria dos europeus jogue por diversão e de forma responsável, cerca de 1% aposta demais e com muita frequência, pelo que a EGBA pede maior responsabilidade para garantir que os jogadores possam apostar num ambiente mais seguro.

Recorde-se que, segundo o estudo, apenas a Dinamarca implementou integralmente as diretrizes de proteção ao consumidor da Comissão Europeia para o jogo online.

Fonte: European Gaming & Betting Association (EGBA)